Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Câmara aprova saída de São Caetano do Consórcio Intermunicipal em sessões extraordinárias

Publicado: Quarta, 01 de Fevereiro de 2023, 09h41 | Última atualização em Quarta, 01 de Fevereiro de 2023, 09h53 | Acessos: 141

Câmara aprova saída de São Caetano do Consórcio Intermunicipal em sessões extraordinárias

 

 

A Câmara de São Caetano realizou nesta terça-feira, 31, duas sessões extraordinárias para a votação de três projetos de autoria do Executivo municipal; entre os quais os projetos que autorizam a saída do município do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e da Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC. A Casa aprovou a saída da cidade das duas entidades, em dois turnos. O presidente do Poder Legislativo, vereador Professor Pio Mielo (PSDB) levantou o recesso parlamentar para a realização das duas sessões desta terça.

 

Durante a votação do projeto, os vereadores debateram, em especial, a saída da cidade do Consórcio Intermunicipal, colocando seus posicionamentos favoráveis ou contrários.

 

O líder do Governo na Casa, vereador Gilberto Costa (Avante), pontuou que tanto a Casa como o Grande ABC sempre discutiram a função do Consórcio e que não via prejuízo na saída do município do órgão. “Eu tenho certeza que os moradores da cidade de São Caetano não vão no Consórcio; eles vão vir aqui na Câmara Municipal, nas Secretarias do município, nas Diretorias do município ou na prefeitura, para discutir políticas públicas na cidade”, disse Costa.

 

O vereador Parra (Podemos) apresentou duas emendas únicas para cada um dos projetos de saída dos órgãos, que foram rejeitadas.

 

 

Reorganização administrativa

 

Também durante as sessões extraordinárias, foi aprovado, em dois turnos o terceiro projeto da prefeitura, que reorganiza a estrutura administrativa do Poder Executivo, desmembrando a atual Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão para duas novas Secretarias: Gestão e Governo Digital e Planejamento. Segundo o vereador Matheus Gianello (PL) a divisão proposta trará uma separação entre planejamento e gestão. “Essa mudança só serve para melhorar a dinâmica da administração pública, e não para criar custo”, afirmou Gianello.

 

 

31/1/2023

 

 

Voltar

registrado em:
Fim do conteúdo da página